(34) 99686-2783 (34) 3235-4826 atendimento@jornal10.com.br

BI-BI QUE O FESTIVAL TIMBRE VAI PASSAR

27/11/2021 22:20:11

Carlos Franco


Roberto Carlos abriu caminho para o sucesso buzinando o seu calhambeque, bi-bi. Em Uberlândia, é o produtor Gabriel Caixeta, o Bibi, que há quase uma década abriu caminho que acabou por colocar a cidade no circuito dos grandes eventos de música do país.

Com a intenção primeira, em 2012, de valorizar e apresentar talentos locais e da região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, o Festival Timbre acabou atraindo grandes nomes da música como Elza Soares, Marcelo D2, Criolo, Emicida, Nação Zumbi,  Karol Conká e bandas de Minas Gerais para além da região próxima de Uberlândia, Goiás, Mato Grosso, Distrito Federal, São Paulo e Rio de Janeiro. Além disso, deu origem ao Festival Timbre Instrumental que chega este ano à sua segunda edição, de forma on-line, com apenas algumas apresentações presenciais com público restrito.

Durante a sua existência, o Timbre já reuniu mais de 100 mil pessoas em 140 shows de 2012 a 2019, sendo interrompido pela pandemia Covid-19 em 2020 e 2021, com apenas o Timbre Musical, pela facilidade de transmissão por meio digitais sendo realizado em sua segunda edição.

Mais que um simples festival de música, o Timbre tem promovido a inclusão de novos talentos, mesclando sempre grandes nomes com os novos e atuando de forma a assegurar, tanto na produção como nas apresentações, o espaço para a pluralidade étnica, religiosa, sexual e social, com o compromisso que 50% das apresentações fiquem a cargo de mulheres e mineiros e a participação obrigatória de negros e integrantes da comunidade LGBTI . É esse um dos segredos de tanto sucesso: abrir caminho, bi-bi, para que todos possam estacionar seu calhambeque oferecendo ao respeitável público momentos memoráveis de música.

“A importância da cultura da cidade. A nossa importância”, diz Bibi, com tudo isso representado no Festival Timbre Instrumental - 2ª Edição é o objetivo da atual temporada  Timbre Instrumental especial Arte na Praça que começa a ser exibido pela TV Universitária da Universidade Federal de Uberlândia neste fim de semana.

O Arte na Praça é um projeto da UFU, realizado pela Pró-reitoria de Extensão e Cultura, por meio de sua Diretoria de Cultura.

Os programas gravados com artistas instrumentais da cidade e do país ocuparam importantes espaços na cidade de Uberlândia. O segundo programa foi gravado na Sala Camargo Guarnieri do Campus Santa Mônica da UFU, um espaço importante na formação dos instrumentistas que passam pelo curso de graduação em Música da universidade.

A gravação que vai ao ar neste domingo (28/11/21) conta com uma programação artística composta por grupos que surpreendem e desafiam os padrões como a Orquestra Popular do Cerra, com direção artística de Elder Thomas e Alexandre Ferreira, ambos professores da UFU e que é composta por alunos do curso de música e de voluntários da comunidade. O único pré requisito é o amor pela música instrumental brasileira.

Correndo o Brasil e a noite uberlandense, os heróis independentes da banda SickInstrumental carregam como bandeira o som instrumental incapaz de ser rotulado, Cozinheiro, ativador cultural, saxofonista e diretor de festivais, é muito difícil achar alguma coisa que o brasiliense Esdras Nogueira não faça. Por muitos anos e discos foi o saxofonista da Móveis Coloniais de Acaju, em seu trabalho solo, neste show apresenta o trabalho do disco “Transe” de 2019, uma reinterpretação  instrumental do álbum “Transa” de Caetano Veloso.

A programação é imperdível e pode também ser vista nos canais digitais do Timbre. Para Bibi, o objetivo é este mesmo: levar a arte para a praça e para todos os públicos, revelar talentos e apresentar grandes nomes que contribuem para a formação dos músicos uberlandenses. Tudo junto e misturado, plural como é o compromisso deste que é o principal festival de música da cidade.

Bi-bi que o Timbre vai passar, por enquanto nas telas, e em setembro de 2022, quem sabe, na praça, congregando toda a gente, todas as raças e todas as escolhas ao som vibrante da arte.


© Copyright 2008 - 2021 - Todos os direitos reservados
Rua Quintino Bocaiúva, 877 - Centro - Uberlândia/MG
Atendimento (34) 3235-4826 (34) 3234-9792| Comercial (34) 3235-6788 | Whatsapp (34) 99663-5631 | 99686-2783
E-mail: atendimento@jornal10.com.br | comercial@jornal10.com.br | editais@jornal10.com.br
Nenhuma parte do material do pode ser reproduzido sem um link direto