(34) 99686-2783 (34) 3235-4826 atendimento@jornal10.com.br

Noite de bombardeios israelenses e lançamento de foguetes termina com ao menos 22 mortos em Gaza

11/05/2021 10:06:05

Mais de 100 pessoas ficaram feridas na Faixa de Gaza. Dois comandantes da Jihad Islâmica morreram nos ataques israelenses.

Ao menos 22 palestinos, incluindo nove crianças, morreram na madrugada de segunda-feira para terça-feira (11) em bombardeios de Israel em Gaza em resposta aos foguetes lançados por organizações armadas palestinas.

Outras 106 pessoas ficaram feridas na Faixa de Gaza, território palestino controlado pelo movimento islamita Hamas, informaram as autoridades de saúde locais.

A Jihad Islâmica, segundo grupo islamita armado da Faixa de Gaza, anunciou nesta terça-feira as mortes de dois comandantes nos ataques israelenses.

As mortes são consequência de uma onda de violência em Jerusalém Oriental.

Desde segunda-feira, militantes palestinos lançaram mais de 200 foguetes contra Israel. O sistema antimísseis israelense Cúpula de Ferro interceptou mais de 90% dos projéteis, afirmou o porta-voz do exército, Jonathan Conricus. Ao menos seis israelenses ficaram feridos.

Israel respondeu ao lançamento de foguetes com 130 ataques de aviões de combate e helicópteros contra alvos militares no território palestino, que mataram 15 comandantes do Hamas e da Jihad Islâmica, anunciou Conricus à imprensa.

O porta-voz afirmou que os alvos eram lugares onde havia fabricação e armazenamento de armas, locais de treinamento de militantes, a casa de um comandante do Hamas e outros pontos.

Conricus disse que não há confirmação de que os ataques tenham afetado civis.

*Fonte G1

© Copyright 2008 - 2021 - Todos os direitos reservados
Rua Quintino Bocaiúva, 877 - Centro - Uberlândia/MG
Atendimento (34) 3235-4826 (34) 3234-9792| Comercial (34) 3235-6788 | Whatsapp (34) 99663-5631 | 99686-2783
E-mail: atendimento@jornal10.com.br | comercial@jornal10.com.br | editais@jornal10.com.br
Nenhuma parte do material do pode ser reproduzido sem um link direto